Quando não entendemos o momento

Disse Jesus: Não te disse eu que se creres verás a glória de Deus? João 11:40. Este é um versículo que pertence à narrativa da história de duas irmãs, Marta e Maria, e seu irmão Lázaro. Eles moravam numa daquelas aldeias próximas a cidade de Jerusalém, chamada Betânia.

Lázaro estava muito doente, e devido a isso, suas irmãs enviaram um recado para Jesus: - “ Senhor Jesus, Lázaro, a quem o Senhor ama, está doente, venha depressa.”. No entanto, quando Jesus chegou à casa de Lázaro, este já estava morto e enterrado a quase quatro dias. Suas irmãs e vizinhos choravam. Marta e Maria não podiam entender o porquê do atraso de Jesus. Marta e Maria lhe disseram: “Senhor, se aqui estivesse , meu irmão não teria morrido." Parece que por trás de tudo isto podemos ler os pensamentos dessas moças: “Senhor, nós não entendemos por que o Senhor demorou tanto para vir. Não entendemos como deixou morrer aquele a quem o Senhor amava. Não entendemos como pode deixar que a dor e o sofrimento invadissem nossa vida, quando a Sua presença poderia ter impedido tudo isto. Por que não veio antes? Agora é tarde, pois ele já está morto há quatro dias.”

E para tudo isto o Senhor Jesus tinha apenas uma grande resposta: “Vocês realmente podem não entender, mas eu não lhes disse que se crerem, VERÃO A GLÓRIA DE DEUS ??????

É muito interessante notar que Abraão também não podia entender por que Deus lhe pedia o sacrifício do filho Isaque, mas, mesmo assim, confiou. E viu a glória de Deus na restituição do filho aos braços do pai Abraão.

Moisés não conseguia entender por que Deus o retinha em Midiã aqueles quarenta anos, mas confiou, e viu,,,, viu quando Deus o chamou para tirar a Israel da servidão.

José também não podia entender a crueldade de seus irmãos quando eles o lançaram num velho e fundo poço, uma cisterna abandonada. José não podia entender o porquê da calúnia de uma mulher falsa, e, em conseqüência disso, dos longos anos que passou dentro de uma prisão, numa reclusão injusta; mas confiou, e por fim viu a glória de Deus em tudo o que se passou.

Jacó, pai de José, não podia entender a estranha providência que permitiu que José, seu filho, fosse arrancado dos seus braços e do seu amor, mas viu a glória de Deus quando contemplou o rosto daquele filho como governador do Egito e preservador de sua própria vida e da vida de toda uma nação.

E agora pergunto: Será que você não está passando por um momento desses, ou, talvez seja exatamente assim na sua vida. Você diz: “Eu não entendo por que Deus deixou o meu ente querido ser levado. Eu não entendo por que Deus permitiu que a aflição me açoitasse. Não entendo estes caminhos tortuosos pelos quais o Senhor está me guiando. Não entendo por que foram desmantelados os planos que eu achava tão bons. Não entendo por que as bênçãos de que eu preciso tanto estão demorando tanto para vir. Não entendo, não entendo, não entendo.

Amigo, você não tem que entender todos os caminhos de Deus, você não tem que entender todas as maneiras como Deus dirige a sua vida. Deus não espera que você entenda tudo. Você não espera que o seu filhinho entenda tudo; você quer que o seu filhinho apenas confie em você. Um dia, você verá a glória de Deus nas coisas que não entende. CREIA SOMENTE E A GLÓRIA DE DEUS ESTÁ LOGO ALI.

Amauri Galvão www.palavraquefunciona.com

 

Amauri Galvão

Procurar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons enki22, broo_am, broo_am  © 2009 Amauri Galvão - Todos os direitos reservados.