Sexta-feira 3 Dezembro

03-12-2010 14:32

 E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás(Salmo 50:15).

Salvo duas vezes

“Não esqueça de orar quando estiver em dificuldades, meu filho!” Com essas palavras uma mãe se despediu de seu filho, que iria servir a Marinha. Ela estava muito preocupada, pois o rapaz havia ignorado, como tantas vezes antes, seu apelo para que rendesse a vida dele a Deus. Se ao menos na tribulação ele se lembrasse do Senhor…

A reação do filho foi: “Tem muito tempo para se pensar em oração”. Ele desejava viver o melhor dessa vida primeiro.

No entanto, em sua primeira viagem esse jovem foi forçado a tirar proveito desse “sinal de emergência”. Aconteceu quando estava sozinho e se viu em uma situação que um marinheiro experiente tiraria de letra, mas que para ele foi apavorante. O navio repentina mente balançou, jogando-o no mar. Ao cair, ele orou: “Ó Deus, se Tu existes, mostra-me agora!”

Ninguém percebeu o seu apuro, mas Deus o viu e o escutou. Naquele momento, outro marinheiro foi procurá-lo e, não o encontrando na proa, olhou para o mar e o viu boiando. Salvá-lo foi uma mera questão de rotina. Quando voltou ao navio, ele sempre mencionava como havia orado a Deus, mas ainda se recusava a render-se a Ele.

No período de sua licença, ao voltar para casa, acompanhou sua mãe a uma reunião evangelística. Ali, durante a pregação, entendeu que estava perdido por causa de seus pecados e que precisava de salvação. Então confessou sua culpa diante de Deus e obteve o perdão e a paz. Depois disso, passou a agradecer ao Senhor por havê-lo salvo não apenas nesta vida, mas para todo o sempre.

Devocional Boa Semente 2010 

Voltar

Procurar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons enki22, broo_am, broo_am  © 2009 Amauri Galvão - Todos os direitos reservados.