Firmeza no aperto de mão pode indicar maior longevidade, diz estudo

13-09-2010 14:44

Cientistas da University College London, Inglaterra, concluíram que pessoas com aperto de mão forte estão propensas a viver por mais tempo do que aquelas cujo cumprimento é fraco.

Segundo apontou a pesquisa, os índices de mortalidade eram 67% maiores entre aqueles com aperto fraco se comparados aos que cumprimentam as mãos com firmeza. A informação foi publicada nesta sexta no site da "BBC News".

O estudo levou em conta mais de 30 pesquisas que já haviam sido realizadas, associando a capacidade física à mortalidade. A maioria dos pacientes analisados eram maiores de 60 anos.

Além da firmeza no aperto de mão, outros dados como a habilidade para se levantar de uma cadeira, capacidade de se equilibrar numa perna só e velocidade para caminhar foram analisados. Em todos os casos, aqueles que apresentavam os piores resultados estavam mais suscetíveis a ter uma morte prematura.

Os que andavam mais lentamente, por exemplo, tinham o triplo de chances de morrer se comparados aos que conseguiam andar mais rápido.

No caso do cumprimento de mão, as diferenças nos índices de longevidade foram notadas até mesmo naqueles que tinham menos de 60 anos e que não apresentavam sinais de saúde precária.

Os cientistas esperam que com testes simples como esses, possam detectar mais facilmente os pacientes considerados de risco.

Fonte: Folha Online 

Voltar

Procurar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons enki22, broo_am, broo_am  © 2009 Amauri Galvão - Todos os direitos reservados.