Dr. Myles Munroe e sua esposa morrem em acidente aéreo

10-11-2014 14:36

em acidente aéreo

O acidente vitimou Munroe (60) , a esposa Ruth e  a filha Charis.  O casal tinha mais um filho, Myles Jr. que não estava no acidente. 

 

O mundialmente conhecido escritor e líder do Ministério da Fé de Bahamas, Myles Munroe, e sua esposa Ruth morreram em acidente aéreo na tarde deste domingo nas Grand Bahamas.
 
No acidente morreram também a filha do casal, Charis Munroe (O casal tinha mais um filho, Myles Jr.)  e mais seis pessoas. Segundo relatos, o avião particular do pastor se chocou com um grande guindaste de carga em um estaleiro das Bahamas e se despedaçou no pátio em frente. O Lear Jet 36 executivo fazia um curto trajeto entre dois aeroportos locais.

Segundo a versão online do Caribbean News Desk, o choque com o guindaste ocorreu as 17:10h (hora local) quando o jato fazia a aproximação para pouso no Grand Bahama International Airport . A fotografia a seguir foi tirada minutos antes da decolagem do voo fatídico e mostra as pessoas que morreram no acidente.


Na foto, os passageiros e tripulação mortos no acidente. A foto foi publicada em uma rede social minutos antes da decolagem do voo que vitimou Munroe e mais oito pessoas.
O mega pastor Munroe era um dos expoentes do movimento "Palavra da Fé"  e arrecadava fortunas em campanhas, seminários de liderança, venda de livros e aparições em todo o mundo. A audiência presencial de suas palestras motivacionais atingia a marca de   500.000 pessoas por ano.
 
Munroe esteve algumas vezes no Brasil a foi recepcionado inicialmente, por Robson Rodovalho da Sara Nossa Terra, a quem muito influenciou em seu caminho pela teologia da prosperidade e, num segundo momento, por Silas Malafaia que o recebeu em seus programas e congressos e editou alguns de seus livros no Brasil. Em função disto, as obras de Munroe vendiam muito bem no país.

Em seu perfil do Twitter, Malafaia lamentou a perda de seu parceiro de negócios e amigo.
 




No mundo, seus parceiros incluíam Benny Himm, Murdock e outros expoentes da teologia da prosperidade.
 
O ministério de Myles Munroe está organizando entre os dias 10-13 deste mês um fórum mundial de liderança em Freeport, Bahamas onde eram esperadas milhares de pessoas e convidados internacionais, muitos dos quais, já estavam no local no momento da divulgação do acidente. A página do ministério noticiou ontem a noite a morte do líder e informou aos seguidores que o evento iniciando hoje não seria cancelado, segundo a página: "esta seria a vontade do Dr. Munroe". Nesta segunda-feira, a página amanheceu com milhares de mensagem de condolências.






A teologia de Munroe

 
Munroe colocava ênfase em suas palestras e livros sobre o Reino de Deus e defendia uma escatologia pós milenista, em versão um tanto heterodoxa,  que promovia  o caminho da construção neste tempo de um reino de paz e amor universal, um paraíso na terra, mas em um contexto triunfalista, aos moldas da teologia da prosperidade. 


Destroços no estaleiro de Grand Bahamas
Outros dois  pontos polêmicos dos  ensinos  de Munroe incluíam: (1) uma compreensão de inspiração novaerista propondo a divisão da pessoa do Senhor entre Cristo e Jesus (Em seu livro "como compreender seu potencial", o autor escreveu "Jesus foi a manifestação humana do Cristo celestial" e "Quando queremos encontrar Cristo, Deus nos mostrará a Igreja. Entretanto, nós não podemos aceitar isso, porque acreditamos que Cristo está no céu. Não, ele não está. Jesus está no céu"). A sã doutrina é que em Cristo há uma só pessoa com duas naturezas: a divina e a humana; e (2) a defesa de uma heresia Mórmom acerca da existência humana -"Nós sempre existimos. No estado anterior, éramos invisíveis, mas mesmo assim já existíamos". Coríntios 15:46 refuta esta crença e deixa claro que a existência do homem é primeiro natural; depois  espiritual".

Biografia

Munroe era bacharel em Artes e Educação, belas Artes e Teologia pela Universidade Oral Roberts, grau de Mestre em Artes e Administração pela Universidade de Tulsa e doutor em honorário grau pela Oral Roberts Universidade. Em 1998, recebeu o prêmio de “Oficial do Imperio Britânico” (OBE), que foi outorgado pelo Rainha da Inglaterra e o prêmio Jubileu de Prata (SJA) do Governo de Bahamas, por sua contribuição ao crescimento e fortalecimento de Bahamas. Foi autor ou co-autor de mais de 100 livros, sendo 23 deles com ênfase na autoajuda e no encorajamento. Foi autor de "bíblias de estudo" e escrevia para diversas revistas e jornais.
 
genizahvirtual
Voltar

Procurar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons enki22, broo_am, broo_am  © 2009 Amauri Galvão - Todos os direitos reservados.