O grande missionário do primeiro século, escritor de 13 livros, em forma de epístolas (cartas), dos 27 que formam o Novo Testamento, sem contar a epístola aos Hebreus, que, se supõe, foi também seu autor devido à referência pessoal a Timóteo em Hb 13:23, embora muitos sejam da opinião que Apólo foi o que deu origem a essa carta, Apóstolo Paulo esclarece-nos em Romanos 08:28 que: "... todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seus propósito...".

O destaque dessa passagem é que "... todas as coisas cooperam para o bem...". Este é o desejo e o sonho de todo ser humano normal: que as coisas que fazemos, as que nos rodeiam, aquelas as quais não temos controle nenhum, enfim "... todas as coisas..." obtenham resultados para o nosso bem. Todos querem o bem, ninguém quer ser afetado ou atingido pelo mal, seja ele qual for, isto porque o mal traz consigo dores, prejuízos, perdas, danos, contribuindo para a comumente chamada "infelicidade pessoal".

Atualmente, assistimos a uma verdadeira corrida na aquisição de livros de auto-ajuda. Escritores desse ramo montam verdadeiras fortunas com suas fórmulas e estratégias apresentadas às pessoas que estão simplesmente à procura do "bem": de "como ser melhor'; do que fazer e que caminho seguir para que as coisas funcionem, sejam elas, na família, no namoro, no casamento, no trabalho, enfim, em todas as áreas que requeiram tomadas de decisão, e, no momento da decisão, a de se estar preparado para não errar. E, se não houver erro, haverá um momento de felicidade pelo bem que se recebeu ou se fez; a pessoa sente-se em paz consigo mesma pelo bem que fez ou recebeu.

A Bíblia, em matéria de instrução para uma correta tomada de decisão ou para corrigir erros, é o melhor dos manuais; não é simplesmente mais um livro de auto-ajuda, mas sim, de "Ajuda do Alto", auxílio dos céus. É o livro escrito por Deus o criador do homem, profundo conhecedor do ser que trouxe à existência: sabedor seus hábitos, suas carências, suas necessidades.

Quando a Bíblia declara que "... todas as coisas cooperam para o bem..." nota-se que por trás dessas "coisas todas", animadas ou inaminadas, há Alguém que as organiza, direciona e governa; portanto, há Alguém Soberano que detém todo poder em todas as esferas de atuação, e que, ao som de Sua voz, se submetem. Se não for assim, não existe Soberania. Nosso Deus é Soberano!!! Ele faz com que "... todas as coisas..." em conjunto, "... cooperem para o bem...". O que é cooperar? É atuar simultaneamente para o mesmo fim; ao mesmo tempo em que alguém opera, outro, ao lado, "co opera'; é agir junto, de conformidade, no mesmo momento. O objetivo é que todas as coisas atuem simultaneamente para alcançar um mesmo fim. E, que fim é esse? O BEM !!!

Note que a Bíblia não declara que "todas as coisas BOAS cooperam para o BEM", e sim, descreve que "... todas as coisas...". Essas coisas podem ser tanto coisas agradáveis ou desagradáveis; o importante nisso tudo é que contribuam "para o bem". Não poucas vezes enganamos a nós mesmos pensando que somente coisas boas trazem-nos o bem. É tácito que queremos coisas boas, ótimas até; mas Deus não vê como vemos, nem pensa como pensamos. Convivendo na era chamada de pós-modernidade, somos pragmáticos, imediatistas, tentando alcançar resultado automático, e muitas vezes, nem julgando o mérito de tal resultado.

O processo de Deus difere do nosso ponto de vista. Segundo Deus, aquilo que contribui para o nosso bem é um conjunto de fatores, sejam eles agradáveis ou desagradáveis. Isso remete-nos a uma reflexão simples, mas de conteúdo instrutivo. Por um momento observe um lápis; tudo depende de como se encaram as coisas. Há cinco qualidades no lápis, que, se alguém consegui-las e as mantiver, estará em paz consigo mesmo. Vamos às qualidades:

1ª - Assim como o lápis pode escrever grandes obras literárias na mão de um exímio escritor, você também pode fazer grandes coisas, mas não deve jamais esquecer que existe uma Mão que guia os seus passos, esta é a Mão de Deus, e Ele sempre vai conduzi-lo em direção à Sua vontade.

2ª - De vez em quando se faz necessário parar o que está escrevendo e usar o apontador, isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas, no final ele estará mais afiado e preparado para continuar o trabalho. Portanto, saiba suportar algumas dores porque elas o farão ser uma pessoa melhor.

3ª - O lápis sempre permite que se use uma borracha para apagar aquilo que está errado. É preciso entender que se algo errado foi feito, volte, apague, concerte, pois isso é muito importante para continuar no caminho da justiça.

4ª - O que realmente importa no lápis não é de que madeira foi feito, nem qual é a forma de seu exterior, mas o importante é a grafite que está no seu interior. Portanto, administre suas emoções, sonde seus sentimentos, cuide de sua vida interior, cultive-a, alimentando-a com a Palavra de Deus; transforme-se (isto, na língua grega quer dizer: transfigure-se) "... pela renovação de vossa mente...", com a única finalidade que "... experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus...". Sem renovação da mente, e esta é uma responsabilidade nossa, não há como experimentar - trazer para nossoa experiência - nada de Deus. Conclui-se que a experiência começa quando renovamos a mente.

5ª - O lápis sempre deixa sua marca por onde passa. Portanto, saiba que tudo o que você fizer na vida irá deixar traços. Procure ser consciente de cada ação levada a efeito. Se, todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, não importam quais sejam essas coisas, Glorifiquemos a Ele, unindo nossa voz à do Apostolo Paulo que afirmou: "Em todas essas coisas, porém, somos mais que vencedores por meio daquele que nos amou". Deus está no comando, não tenha medo, nem se desespere, pois, "... nem coisas do presente, nem coisas do que está por vir..,, nada poderá separar-nos do amor de Deus que está em Cristo Jesus nosso Senhor..." Romanos 8:38-39.

 

Amauri Galvão www.palavraquefunciona.com

 

Procurar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons enki22, broo_am, broo_am  © 2009 Amauri Galvão - Todos os direitos reservados.